Lagosta fingida

 

Pois é, hoje começa mais um mês, e como é habitual cá estou eu a marcar presença no famoso Dia um... Na cozinha! Este mês o tema é Peixe, o que me deixou como um peixinho fora de água, já que o meu forte são sem dúvida os doces... Ora não podendo fazer um tiramisú ou uma tarte com peixe, tive de seguir um plano B! :P
 
Cá em casa as refeições costumam ser simples e aceleradas: grelhados rápidos ou uma pasta saborosa com molho de tomate, pesto ou molho branco. Ocasionalmente lá sai um caril ou uma sopa de peixe muito apreciada, mas que não era bem a receita que vos queria trazer este mês. Quando não são grelhados, os pratos de peixe são muitas vezes no forno, o que achei pouco inovador...

Andei um pouco às aranhas com o tema... Até que me lembrei de um prato em jeito de entrada que é presença obrigatória em qualquer celebração ou junção de família. Chama-se Lagosta fingida, mas é, na realidade, pescada (mas não contem a ninguém!!).

Desde miúda que é um dos meus pratos preferidos, bem como acontece com o meu irmão e primos. No Natal, é um dos primeiros pratos a acabar. Quem diria que seria tão fácil pôr os miúdos a comer pescada, ovo e tomate??? Quando andava na Faculdade, uma vez levei uma Lagosta fingida para uma festa e as minhas colegas também adoraram e pediram logo a receita... Claro que despassarada como sou, nunca me lembrei de levar! Pois, queridas colegas, com alguns anos de atraso, cá está ela: a lagosta, que é afinal... pescada!


Lagosta fingida
A receita é da minha mãe e da minha tia, que faz há anos belas lagostas fingidas "a olho" :)

Ingredientes (para 2 a 4 pessoas):
4 postas de pescada (usei medalhões de Pescada)
4 ou 5 ovos inteiros (usei 5 ovos)
2 tomates maduros
6 camarões para decorar
maionese para cobrir (opcional)
delicias do mar e camarão a gosto (também opcional - usei 6 delícias do mar e 5 camarões)
sal e pimenta para temperar

Preparação
Coza a pescada e os camarões com casca em água temperada de sal. Deixe arrefecer, desfie grosseiramente a pescada e descasque os camarões, deixando a cabeça e a cauda nos camarões da decoração.
Ligue o forno a 180ºC.
Retire a pele e as sementes ao tomate. Junte o tomate aos ovos num recipiente e desfaça tudo com a varinha mágica. Tempere de sal e pimenta. Adicione a esta mistura a pescada desfiada, as delícias do mar e o camarão (aquele que não é para decorar).
Unte uma forma com buraco no meio com manteiga. Verta a mistura na forma. Leve ao forno em banho maria durante 30-40 minutos, ou até ficar firme.
Desenforme e deixe arrefecer no frigorífico até estar bem fresco. Cubra com maionese (não o fiz, porque não posso comer maionese há anos...) e decore com os camarões que reservou. Serve-se fresco [com uma cerveja, num jantar de Verão na varanda].


... e já que tive de ligar o forno com um calor destes, vai um cafezinho e uma fatia de bolo de chocolate para acompanhar a "lagosta"? [Nota mental depois da edição deste post: acabo de notar que a receita, assim sem maionese, é completamente light!!! Não tivesse eu assassinado a refeição com a generosa fatia de bolo de chocolate...!!!]



Bom apetite!
Raquel

12 comentários:

  1. Esta receita, que não conhecia, vai já comigo para férias! Adorei e se puser a minha filha mais nova a comer peixe sem refilar ainda melhor!

    Beijinhos, Paula

    ResponderEliminar
  2. Raquel,
    No livrinho de receitas da minha mãe, também consta uma de "lagosta fingida" mas aogora ao certo não sei se a receita é a mesma.
    Mas adorei a tua, adorei a forma como a apresentaste.
    Fica muito bem como prato de entrada, mas também é bom servido com uma salada. Fica perfeito.

    ResponderEliminar
  3. Que lindo ficou esse pudim, dá vontade de comer... E também aceito um café com esse maravilhoso bolo de chocolate :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Que sugestão engraçada de usar o peixe. beijinhos
    http://nacozinhadasara.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Uma receita original e com um fantástico aspecto

    ResponderEliminar
  6. Fantástico, adorei. ideal para um piquenique

    ResponderEliminar
  7. Adorei!
    Já não faço há anos! A ver se faço um dia destes.

    ResponderEliminar
  8. Era uma receita bem popular nos anos 80 este pudim, lembro-me de haver sempre nas festas de aniversário! Adorei.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Há ou não coincidências?!
    Nunca tinha ouvido falar nesta receita e no final de junho num piquenique com colegas de trabalho uma delas levou esta iguaria... só agora consegui começar na ronda dos blogs e... cá está a receita!!!!
    Vou mesmo experimentar esta receita!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Fique muito curiosa com esta lagosta fingida! Vou experimentar fazer na próxima reunião familiar, acaba por ser diferente e bem leve para os dias de calor.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Adoro! A tua receita é muito parecida com a minha, que faço há anos... Beijinhos!

    ResponderEliminar